Publicada ontem às 05h | atualizada ontem às 17h

Wanessa Camargo retoma carreira sertaneja

Wanessa Camargo lançou-se na carreira musical há 16 anos, cantando música sertaneja, influenciada pela dupla formada por seu pai e seu tio (Zezé Di Camargo & Luciano). Em 2005, tirou o Camargo do nome artístico, migrou para a dance music e depois para a e-music, onde emplacou alguns hits e conquistou um outro tipo de público – mais urbano e mais eclético. Mas Wanessa resolveu retomar o antigo gênero. E está concluindo a gravação de novo álbum, sob o comando do produtor Eduardo Pepato.

O álbum “33″, com 12 faixas, foi lançado este mês pela Som Livre. “Fico feliz de ver o mercado da música se abrindo para as mulheres. São muitas representantes hoje em dia, cantando só ou em dupla. Sempre senti que o mercado no Brasil é muito machista. Essa tomada de poder feminino é o que me encantou nessa nova fase do sertanejo. Poder ver a mulher falar de igual para igual, com naturalidade sobre fossa, sobre tomar chifre e também dar o troco”, justifica a cantora, que recentemente foi contratada pela WorkShow, de Goiânia, empresa que cuida da carreira de artistas como Henrique & Juliano, Zé Neto & Cristiano, Maiara e Maraisa e Marília Mendonça.

Outra novidade é que Wanessa voltou a assinar o sobrenome Camargo. “Foi um pedido do meu avô (Francisco). Achei uma boa sacada de marketing. O Camargo tem uma linguagem mais romântica, sertaneja, popular”, explica. Para o início de 2017, ela planeja a gravação de um DVD, que contará com a participação de alguns artistas do cast da WorkShow.

VOLTAR